TOGO-EMBLEM
Brasília, DF 12 de agosto de 2022 Criar uma conta Entrar
Logo da Embaixada do Togo no Brasil
Bem vindo Atividade FDI: Togo alcança o melhor desempenho global
Atividade

FDI: Togo alcança o melhor desempenho global

admin228 - 2 de outubro de 2020 0   0  
FDI: Togo alcança o melhor desempenho global
Togo
AA / Lomé / Alphonse LOGO

Togo obteve o melhor desempenho global em 2019 em termos de investimento estrangeiro direto, em comparação com o tamanho de sua economia de acordo com a nova classificação do Greenfield Performance Index 2020.

Togo foi classificado em 1º lugar, em de fato, entre os 50 melhores desempenhos em termos de IED, à frente de Ruanda e até mesmo da Costa Rica, classificou-se em segundo e terceiro lugar, respectivamente.

Novo no ranking, este pequeno país da África Ocidental superou a média exigida (10 novos projetos) neste ranking com um índice de 10,83 pontos.

O Greenfield Performance Index 2020 indica que o país atraiu em 2019, (ano considerado para este ranking) 11 projetos de investimento direto estrangeiro. Isso lhe rendeu esta boa classificação de número 1 mundial em relação ao tamanho de sua economia.

"Portanto, o Togo atrai mais de dez vezes a quantidade de IED Greenfield que se poderia esperar, tendo em conta o tamanho de sua economia", disseram os autores do relatório citado pela agência Ecofin na segunda-feira.

Esta agência afirma que esta parte significativa dos investimentos estrangeiros diretos atraídos pelo Togo se deve, entre outras coisas, "à dupla parceria firmada no início de novembro de 2019 com o abastado empresário nigeriano Dangote para a implementação de uma fábrica de processamento de fosfato ($ 2 bilhões) e a instalação de uma fábrica de cimento ($ 60 milhões) ”.

Além disso, a agência argumentou: “Os serviços financeiros, materiais de construção e serviços comerciais são os principais setores de IDE do país e representaram quase a metade (46,2%) de seus projetos de IED de 2019 ”.
15 países africanos estão no top 50 deste ranking de 2020.

Além do Togo em primeiro lugar, encontram-se Ruanda (2º com 10,61 pontos), Moçambique (4º com 8,97 pontos), Senegal (7º com 6,56 pontos) e Zimbabwe (8º com 5,91 pontos) pontos) que fazem parte do top 10.

Siga Uganda (14º com 4,94 pontos), Quênia (15º com 4,78 pontos), Costa do Marfim (16º com 4,75 pontos), Marrocos ( 17º com 4,64 pontos) e Tunísia (19º com 4,05 pontos).

Namíbia (20º com 3,77 pontos), Zâmbia (21º com 3,62 pontos), Gana (28º com 3,39 pontos), Camarões (32º com 3,08 pontos) e Egito (42º com 2,44 pontos) traga a retaguarda.

A plataforma FDI Intelligence classificou os 50 melhores países, de acordo com seus desempenhos em termos de investimento estrangeiro direto (IED) em relação ao tamanho de sua economia.
Compartilhar:
  E-mail