TOGO-EMBLEM
Brasília, DF 12 de agosto de 2022 Criar uma conta Entrar
Logo da Embaixada do Togo no Brasil
Atualidades

Na discrição

admin228 - 25 de fevereiro de 2021
Na discrição

Apoiador ou oponente de Faure Gnassingbé, temos de admitir que o presidente togolês administrou muito bem a crise de saúde durante quase um ano.

Até o momento, o país registrou 4.682 casos positivos e 76 mortes. Resultados satisfatórios para um país com mais de 7 milhões de habitantes.

As medidas foram tomadas muito rapidamente para conter a epidemia. Certamente, a atividade econômica foi penalizada, mas menos do que em outras partes da região.

Discretamente, o líder togolês segue sua estratégia de saúde rodeado de médicos e especialistas.

Se a chegada de uma vacina fornecida pela Covax, iniciativa liderada pela OMS, está marcada para junho no Togo, ele deu instruções para receber, o quanto antes, as doses de grandes laboratórios privados. A ideia é começar a vacinar o mais rápido possível os profissionais de saúde, maiores de 50 anos e com comorbidades.

Faure Gnassingbé não tira prestígio pessoal disso. Seu único objetivo é tirar seu país da crise de saúde o mais rápido possível para relançar os programas de desenvolvimento.


Compartilhar:
  E-mail