TOGO-EMBLEM
Brasília, DF 12 de agosto de 2022 Criar uma conta Entrar
Logo da Embaixada do Togo no Brasil
Bem vindo Atualidades Gestão da Covid-19: Togo entre os melhores dos melhores países
Atualidades

Gestão da Covid-19: Togo entre os melhores dos melhores países

admin228 - 1 de fevereiro de 2021
Gestão da Covid-19: Togo entre os melhores dos melhores países

O Togo acabou de obter um bom desempenho na avaliação global da gestão da pandemia do Coronavirus, de acordo com o relatório do Lowy Institute.

A avaliação concentrou-se em 98 países-alvo e levou em consideração indicadores-chave, em particular o número de casos confirmados e mortes por milhão de habitantes, bem como o número de exames realizados por mil habitantes nas 36 semanas seguintes ao 100º caso registrado.

Nosso país tem registado uma pontuação respeitável com 72,8 pontos, e ocupa o segundo lugar na África atrás de Ruanda e do 15 º lugar a nível mundial para grandes potências ocidentais e asiáticos.

O Togo aumentou a sua capacidade de teste com o anúncio do primeiro caso, com o rastreio sistemático dos casos de contacto e de todos os clusters, estratégia que tem permitido reduzir significativamente as cadeias de contaminação em todo o território nacional.

Em 29 de janeiro de 2021, o país realizou um total de 204.937 exames ou 26,64 exames por 1.000 habitantes, e registrou 4.975 casos confirmados, incluindo 4.177 casos curados e 76 mortes.

Este desempenho mostra como as autoridades togolesas estão a gerir a crise da saúde com determinação e eficiência graças ao envolvimento pessoal do Chefe de Estado, SE Sr. Faure Essozimna Gnassingbé, presidente do Comité Nacional de Crise.

Seguindo as orientações do Presidente da República, o governo tem tomado medidas cabíveis que têm permitido reduzir os riscos de contaminação e tornar o tratamento mais eficiente.

Estes incluem o estabelecimento da Coordenação Nacional para a Gestão da Resposta ao Coronavírus (CNGR), o Conselho Científico Nacional e protocolos de saúde de acordo com as disposições da OMS.

Soma-se a isso a criação de um centro de atendimento, laboratórios de análises e a Força Especial (FOSAP) dedicada à Covid-19.

Também foram tomadas outras medidas adequadas para reduzir os impactos socioeconómicos da crise da saúde através de um programa inovador de assistência social por transferência monetária denominado "Novissi" e da política de redução dos encargos fiscais.

Todos estes esforços confirmam mais uma vez a atenção especial que o Chefe do Estado dá à saúde pública e ao bem-estar dos seus compatriotas.

O governo está trabalhando para uma melhor campanha de vacinação contra o novo coronavírus nas próximas semanas e está intensificando as iniciativas para fortalecer consideravelmente a resiliência das populações, melhorar a eficiência do atendimento aos doentes e promover a triagem em massa.


Compartilhar:
  E-mail